Como comprar carro barato no leilão
A reportagem do portal visitou diversos leilões de veículos do país para conhecer histórias de quem disputa lance a lance o arremate de seminovos leiloados com os lojistas mais ferozes
- 15h49
Por Gabriel Lima

leilao carros polo vw
Veiculos zero km como o Polo são cada vez mais comuns nos leilões
O brasileiro tem fama de ler poucos livros e um carioca em particular se acusa de contribuir para isso. Tiago Brandão, trabalha como motorista e é honesto ao falar "Sou um cara que faz essa estatística aumentar. Revista e jornal só vejo as manchetes. Eu pego para ler mesmo são os editais de leilão". Seus rabiscos são de várias cores, falta espaço para escrever mais anotações nas folhas do edital.
Antes que fizéssemos a próxima pergunta, Brandão nos pede licença para novamente revisar tudo que anotou para o pregão que está prestes a iniciar.
A compra certeira de carros em leilão depende de alguns diferenciais que quem já fez bons negócios não abre mão. O carioca conta que já sai de casa decidido. "Tenho meu lance limite e, além disso, sei exatamente qual a finalidade do carro que vou arrematar. Se é para uso próprio, para revender ou para alguém da família. Se eu tiver meu objetivo definido antes, evito de agir por impulso depois".
Foco no modelo inspecionado, estudo do ambiente do leilão e muita disciplina para dar o lance. Assim o empresário Roberto Follador resume a sua estratégia para arrematar oito seminovos em único leilão.
Gaúcho, ele gosta de viajar para outras regiões para aproveitar oportunidades. No entanto, recomenda aos novatos procurar leilões na sua própria cidade para participar. "É muito importante ir até o endereço do leilão antes, para conhecer os veículos de perto. Particularmente me sinto mais a vontade no momento da disputa em um lugar onde eu já estive e conheço. Você tem que vistoriar os veículos no pátio, participar do leilão e depois ir buscar o carro que você arrematou. Portanto, reserve pelo menos três datas na agenda"
leilao roberto follador
Roberto Follador disputa lance com lojistas de veículos em leilões de outros estados
Segmentos como os de carros recuperados de financiamento e até modelos zero km atraem maior atenção das pessoas em um mercado amplamente dominado pelos lojistas revendedores. "Foi uma surpresa até mesmo para mim arrematar vários carros no mesmo dia. Voltei para casa de cegonha. As pessoas me pediam dicas para entrar no leilão. Eu inclusive gravei um vídeo para explicar como comprar carros inclusive para revender" conta Follador.
Dados do Sindicato dos Leiloeiros/RJ apontam que a maior procura por leilões de automóveis vem de pessoas jurídicas. Cerca de 70% do total. Por outro lado, cresce o número de consumidores finais cada vez mais preparados presentes nos leilões.
Conhecer a reputação do leiloeiro é uma atitude indispensável. É importante saber quem é a pessoa ou empresa responsável pelas infomações publicadas no edital, pois é ele quem garante que todos os veículos do leilão estão legalizados
A estratégia antes de partir para o leilão é definida com bastante antecedência. Dar lance por uma pechincha sem vistoriar o modelo antes nem pensar. Para garantir uma boa margem de economia de 30 a 50% anote tudo no papel. "Foi assim que peguei uma Pajero TR4, que custava R$ 54 mil na tabela, por uma bagatela de R$ 32 mil" conta Edson Brito, arquiteto, satisfeito com a experiência no pregão.
leilao pajero brito
Mitsubishi Pajero foi arrematada no leilão 37% abaixo da tabela
Dimensionar corretamente a economia depende também de uma pesquisa detalhada. Além do valor do arremate e da comissão do leiloeiro, Brito orienta a fazer o levantamento do quanto será preciso para consertar o carro. Ler o edital evita algumas surpresas e ajuda conhecer os principais problemas de reparo. Antes de passar a régua nos custos é importante cotar serviços mecânicos, guincho para retirada do carro e peças de reposição. Se possível, ainda contratar uma consulta especializada sobre o histórico do veículo.
O estigma de balcão de negócios obscuros vai se tornando coisa do passado. Quem sempre discriminou os leilões de carros hoje participa dos pregões com olhar bem diferente. O paulista Jonatas Diniz se orgulha ao falar da primeira experiência há exatos 5 anos "um sedan Corolla automático arrematado 30% abaixo da tabela fipe totalmente aprovado pelo meu mecânico".
Com exceção de perda total, Diniz também recomenda os carros sinistrados de leilão. "Eu não apenas mudei minha opinião sobre o leilão. Eu frequento pregões e compro carros para negociar. Pequenas avarias não me fazem desistir do negócio. A mesma informação que eu recebo no laudo especializado do veículo eu repasso para o cliente que compra de mim".
Uma grande comunidade vem tomando corpo para discutir o amadurecimento e o cenário mais transparente dos leilões no Brasil. Frequentadores movimentam redes de blogs e fóruns, sem contar consultoria e treinamento especializado que ajuda quem precisa orientação passo a passo para aprender negociar no pregão.
Rocha de Azevedo é um empresário assíduo dos leilões com mais de trinta carros arrematados. Ele tem uma oficina mecânica e cuida pessoalmente da recuperação dos carros. Sua principal dica é "evitar comprar carros com o air bag deflagrado" porque isso indica que a colisão foi grave e o conserto vai ser mais caro.
jonatas leilao carro
Rocha Azevedo recupera veículos de pequena monta que compra em leilão para depois revender
O leilão vem se tornando uma espécie de escudo para quem negocia carros e quer ter a noção do seu histórico. O risco existe em comprar em leilão, explica Follador. "Porém reside na questão mecânica ou elétrica do veículo. É pouco provável que no leilão tenha um carro NP, Finam ou clonado".
O canal de compra de carros em leilão portanto é uma fonte confiável de automóveis legalizados. Ainda podem haver embaraços de documentação para resolver e outras pendências que impeçam de rodar de imediato. Os entrevistados, assim como quem tem hábitos de negociar carros em leilões ressaltam que querem ter a segurança, sobretudo de não comprar um carro roubado.
pregao pessoas leilao carros
Leilões atraem cada vez mais interessados em economizar na compra de seminovos
Passos para participar do leilão:

Cadastre-se no site do leiloeiro. Veja os lotes disponíveis e datas para os próximos pregões.

Escolha o veículo e confira sua situação legal.

Agende uma visita ao local para vistoriar o automóvel antes do leilão, de preferência com alguém que entenda de carros.

Na análise do veículo no pátio, verifique pintura, lataria, pneus, vidros, chassi e demais acessórios. Anote tudo pois no dia do leilão pode não ser possível ver o veículo .

Existem leilões virtuais ou presenciais e em alguns casos quem estiver no local também disputa com quem está via internet.

O pagamento do lance é quase sempre à vista. O comprador deve arcar também com os 5% de comissão do leiloeiro.
CUPOM DE DESCONTO
R$ 100,00
LEITOR DO PORTAL TEM ACESSO
TREINAMENTO COM DESCONTO POR TEMPO LIMITADO
Portal Automotivo 2017 Todos Direitos Reservados
Termos de Uso - Privacidade